Usuário

'Princesa' Kate Middleton lança série abordando saúde mental na infância. Michelle Obama é autora

michelle obama kate middleton

Kate Middleton, esposa do Príncipe Guilherme do Reino Unido, lançou na quarta-feira (17) uma série que irá discutir os problemas mentais na infância, a Young Minds Matter ['Jovens Mentes Importam', em tradução livre].

Como editora, a duquesa publicou um texto em que fala sobre a importância da discussão sobre crianças com problemas psicológicos e também instabilidade emocional.

"Ficou claro para mim que muitas crianças - até mesmo as menores de cinco anos - têm de lidar com problemas complexos, sem a resiliência emocional, a linguagem ou a confiança para pedir ajuda. Também ficou claro que, como os problemas de saúde mental continuam sendo tabu, muitos adultos têm medo de pedir ajuda para as crianças sob seus cuidados. É hora de mudar", afirmou.

O 'The Huffington Post' também publicou uma pesquisa apontando que aproximadamente um terço dos familiares acham que são pais ruins por conta dos problemas mentais dos filhos. Como a maioria dos pais hoje, William e eu não hesitaríamos em procurar ajuda para os nossos filhos, se necessário. Esperamos incentivar George e Charlotte a falar sobre seus sentimentos e queremos dar-lhes as ferramentas e sensibilidade para apoiar seus amigos quando ambos crescerem", ressaltou Kate.

"Sou muito grata a todos aqueles que participaram desta série e a todos aqueles que contribuirão depois de hoje", concluiu.

Michelle Obama

Convidada para participar do projeto, a primeira-dama dos Estados Unidos Michelle Obama elogiou a iniciativa de Kate. Em seu artigo, revelou seu apoio às famílias que sofrem em silencio e narrou as iniciativas do governo americano para apoiar ações de amparo psicológico. "A Duquesa de Cambridge tem sido uma voz apaixonada em tantas questões importantes, e eu sou grata por ela usar seu dia como editora convidado para brilhar uma luz sobre a saúde mental, em particular a saúde mental das crianças e, por dezenas de milhões de pessoas que sofrem em silêncio", escreveu.

Caras / Claudia